Dois dias de pedal, 180 km, aventura, superação de limites, natureza intocada e emoção no Circuito Lagamar SP de Cicloturismo

Ilha Comprida – Ao completar no domingo 06/03 à tarde o Circuito Lagamar SP de Cicloturismo, a ciclista Andrea Pacces não conseguiu conter as lágrimas. Estava emocionada : “Eu não me achava capaz de conseguir. Estou surpresa por ter completado o circuito e muito feliz porque vivi uma experiência diferente de tudo o que experimentei na vida, presenciei cenas incríveis com amigos e descobri uma força interior que não conhecia”, afirmou.

Para a também ciclista Glorinha, o pedal do final de semana ofereceu o privilégio do estreito contato com a natureza para se flagrar cenas de rara beleza, que só os olhos captam. “Tivemos momentos maravilhosos como uma manada de búfalos no caminho, a natureza intocada, tudo muito bonito. As fotos não expressam tudo o que vimos”.

Junto com Andrea e Glorinha, outros 28 ciclistas completaram os 180 km do Circuito Lagamar.   O responsável pela implantação do circuito Willian Mendes de Souza explicou que a viagem representou o reconhecimento do circuito pelos integrantes da Go Bike, grupo de pedal da Ilha. Segundo ele, o Lagamar SP foi realizado em dois dias, mas pode ser ampliado em até cinco ou mais dias para se conhecer os atrativos anexos como cachoeiras, cidades históricas e outros ambientes.

Integrante do grupo, a presidente do Fundo Social de Solidariedade da Ilha, Mara Ventura, que também é ciclista, destacou que o Circuito é especial por revelar a beleza dos diferentes ecossistemas e ambientes do Lagamar: “ Passamos por parques ambientais, várias paisagens, sítios, fazendas, estradas de asfalto, terra, praias …no caminho a riqueza da fauna e da flora. É um circuito muito bonito e atrativo tanto para nós, que moramos na região, como para os visitantes, que precisam conhecer o Lagamar”.

O professor da escola municipal de ciclismo da Ilha e da Go Bike Everton Ribeiro opinou que, pela altimetria plana, o circuito é ideal para iniciantes, mas bastante atrativo para os cicloturistas experientes. O circuito é dividido em cinco trechos compreendidos entre as cidades de Ilha, Cananeia, Iguape, Pariquera e Jacupiranga.

A saída do grupo aconteceu às 7 horas do sábado da Ilha Comprida. Os cicloturistas passaram por Iguape e chegaram em Pariquera por volta das 11 horas. Após almoço, seguiram para Jacupiranga e, em seguida, pedalaram até Porto Cubatão, em Cananeia, pela estrada do Canha, para pernoite na Pousada Utamaru. No domingo 6/03, partiram cedo de Porto Cubatão até a Ilha Comprida, pela praia e estrada da Vizinhança. Cidade mãe do Circuito, a Ilha é ponto de partida e chegada do Circuito.

Cicloturismo no Vale

O prefeito Décio Ventura afirmou que o Circuito representa mais uma opção turística para as cidades do Vale:“ Importante destacar que o Cicloturismo articula diversas áreas turísticas como o ecoturismo, o turismo rural, o turismo de aventura, o turismo cultural e o gastronômico”.

Para fazer o Circuito

É necessário acessar o guia do Circuito na página oficial da Ilha www.ilhacomprida.sp.gov.br . Os kits dos cicloturistas estão disponíveis a R$ 20,00 na Padaria Cajara ( Av. Copacabana, 252- Balneário Britânia, na Ilha Comprida).

Mais informações podem ser obtidas na Divisão de Turismo da Ilha ( 13) 3842 7028 ou pelo e-mail : wmmultiambiental@gmail.com