fbpx
Visite Ilha Comprida

Como em todo território nacional, os índios foram os primeiros habitantes da Ilha Comprida, que faz parte da história do descobrimento do Brasil. Em 1502, o português Cosme Fernandes, conhecido como Bacharel, chegou a Ilha do Bom Abrigo, no sul do município, onde foi aprisionado pelos índios Tupis.

Cosme ganhou a confiança dos índios e acabou casando-se com a filha do cacique. Em 1531, a esquadra de Martim Afonso de Souza também chegou a Ilha do Bom Abrigo. O navegador português escolheu a Vila de Maratayama, dos tupis, para ser a sede da primeira vila.

foto: Divulgação

No início do século XVII, a Coroa Portuguesa dividiu suas terras por intermédio das “Cartas de Sesmarias”. Com isso, novas vilas foram surgindo. Em 1770, a Vila de Nossa Senhora da Conceição da Marinha foi fundada, no lado oposto da barra do Rio Sabaúna, a vila chegou a ter Câmara de vereadores, igrejas e cemitérios. No início do século XX a Vila de Pedrinhas, tradicional povoado de pescadores, começa a se formar através da pesca e extrativismo.

Entre 1533 e 1534, o espanhol Ruy Mosquera, construiu um forte que leva o seu nome, na Ponta da Trincheira, denominada assim devido as operações de pirataria e saques. Podendo ser a primeira fortificação construída na Capitania de São Vicente, mas atualmente em ruínas por conta da movimentação das marés.

Em 1938, o território de Ilha Comprida é dividido em 70% para Iguape (45 Km) e 30% para Cananéia (29 Km). Em 1950 se inicia o desenvolvimento imobiliário do território, passando a ser ocupado de maneira mais efetiva. A travessia para as cidades vizinhas era feita por meio de balsas localizadas à altura dos bairros do Boqueirão Sul (na passagem para Cananeia) e no Boqueirão Norte (para Iguape).

foto: Del Carlos

Em meados da década de 1980 começa um movimento pela emancipação política de Ilha Comprida, com um grupo de pessoas buscando melhores condições à vila. Em plebiscito realizado em 27 de outubro de 1991, a população local decidiu pela criação do novo município. Ilha Comprida se torna independente oficialmente em 5 de março de 1992, data que marca a fundação da cidade. Elevada à condição de Estância Balneária em 07 de dezembro do mesmo ano.

Ao longo de sua história, recebeu o nome de Ilha do Mar, Ilha do Mar Pequeno, Ilha Grande da Costa do Mar, Ilha do Candapuí e Ilha Branca. Foi batizada como Ilha Comprida por seu território ter uma extensão muito maior que a largura (74 km de extensão e, no máximo, 4 km de largura em alguns pontos).

O município faz parte do Complexo Estuário Lagunar de Iguape – Paranaguá, que constitui um dos maiores viveiros de peixe e crustáceos do Atlântico Sul. Por possuir importância ambiental, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) a incluiu como Reserva da Biosfera do Planeta. O município que tem 100% de seu território incluído em Área de Proteção Ambiental.

No decorrer da última década, houve um crescente aumento no número de turistas no município, promovendo o desenvolvimento econômico através da conservação do seu patrimônio ambiental e cultural.

Matéria do site Registro Diário, em 22/02/2019.

foto: Divulgação
WhatsApp chat